Este item foi adicionado ao seu carrinho.

Estratégia

11 dicas de ouro para criar valor na sua empresa

O valor é aquilo que os compradores estão dispostos a pagar. Para gerar valor é necessário maximizar a relação entre custo e benefício. Os clientes não buscam apenas o menor preço, mas também melhor qualidade e experiência de compra. Se a empresa não encontrar formas de maximizar o valor para seu cliente poderá vir a fracassar enquanto negócio.

 

Valor

 

Para criar valor a empresa deve ter vantagens competitivas. As vantagens competitivas estão nas atividades que a empresa realiza e que proporcionam formas de diferenciação, custos inferiores, qualidade superior e melhor atendimento em relação aos concorrentes.

Gerar vantagens competitivas não é uma tarefa fácil. Requer domínio de muitos temas sobre gestão, tais como finanças, marketing, operações, suprimentos e pessoas. Muitos gestores tem dificuldade em alinhar estes temas e formatarem uma visão mais clara sobre como gerenciar o seu negócio e assim definirem as estratégias que permitam atingir o sucesso.

Michael Porter, professor da Harvard Business School, desenvolveu em 1985 seu conceito de Cadeia de Valor. A cadeia de valor mostra como organizações geram valor, ou seja, como transformam insumos e recursos, através das suas atividades, em bens e serviços para os seus clientes. Este modelo descreve as atividades do negócio que levam à geração de valor, e segundo Porter, uma empresa obtém vantagem em relação aos concorrentes se desempenha essas atividades de forma mais barata ou melhor que eles. As atividades são divididas em duas categorias:

 

Cadeia de Valor

 

O conceito de cadeia de valor reforça que as atividades e processos de um negócio são interligados e que somente na sua gestão sistêmica que podemos obter vantagens competitivas sustentáveis. A análise de como as atividades são executadas e como interagem é fundamental para entender as fontes da vantagem competitiva da empresa.

Para geração de vantagem competitiva nas atividades da cadeia de valor a Resultar separou 11 dicas de ouro:

1. Mapeie os seus processos

Realize um mapeamento dos seus processos e estruture as atividades e rotinas através de fluxogramas, procedimentos e planos de ação. Também é importante definir responsáveis e funções para os processos.

2. Bote as suas estratégias no papel

Defina as estratégias do negócio e seus objetivos de maneira clara, buscando que os resultados entreguem valores únicos aos clientes. Faça um acompanhamento sistemático através de indicadores de desempenho.

3. Aplique métodos de gestão

Utilize métodos de gestão para melhoria dos processos. Busque métodos fáceis de implementar e eficazes como é o caso do ciclo PDCA.

4. Utilize ferramentas de gestão adequadas

Ferramentas irão auxiliar a garantir que os processos sejam feitos com a melhor qualidade e eficiência possível. Exemplos de controles de gestão fundamentais são o controle de estoquefluxo de caixacontrole de produção e serviços e controle de vendas.

5. Identifique e elimine as atividades que não adicionam valor

Cuidado com as atividades de apoio que não são base de diferenciação para concorrentes e clientes e que não contribuem para a realização e melhoria das atividades primárias.

6. Verifique se existem atividades com recursos mal estimados

Muitas vezes a aquisição de mais recursos não é a solução para falta de capacidade e sim a melhoria da sua eficiência.

7. Coordene as ligações entre os processos

Mantenha o fluxo das informações e dos recursos fluída entre os processos afim de aumentar seu desempenho e reduzir seus custos. Evite burocratizar os processos.

8. Monitore detalhadamente os custos

O valor gerado por suas atividades primárias deve exceder seus custos e a margem deve ser suficiente para pagar as atividades de apoio. Uma ferramenta importante para auxiliar na gestão de custos é a análise do ponto de equilíbrio e margem de contribuição.

9. Busque reforçar seus diferenciais

Potencialize as atividades de maior geração de valor. Diagnostique as suas falhas e busque melhorar os elos fracos. Uma ferramenta que pode clarear sua visão acerca de forças e fraquezas é a análise SWOT.

10. Desenvolva as equipes

Nos dias atuais é nas pessoas e no desenvolvimento contínuo que está o principal diferencial competitivo. Utilize de programas de desenvolvimento e avaliações de desempenho para desenvolver as competências das pessoas e equipes.

11. Crie uma marca e comunique

A mais sustentável e valiosa vantagem competitiva gerada pela empresa é a marca pois aumenta o valor percebido pelo cliente e gera fidelização. Para isto é importante que sua marca reflita o valor que você entrega através de seus produtos e serviços. Um fator chave para posicionar a sua marca e gerar valor é o trabalho de marketing orientado a relacionar-se sistaticamente com o público alvo expondo seus diferenciais. O investimento em marketing neste ponto é fundamental pois num ambiente competitivo, negócios que não investem em ações de divulgação são rapidamente esquecidas e a marca acaba perdendo valor.

Concluindo…

Trabalhar suas ações e estratégias através do conceito da cadeia de valor é a base para uma gestão ampla que considere todas as etapas e processos da sua criação de valor ao cliente. Através de melhorias seja por diferenciação nos processos ou pela eliminação e redução de custos, você criará vantagens competitivas e as margens do seu negócio irão aumentar, tendo mais chances de atingir o sucesso.

Tem alguma dúvida ou gostaria de compartilhar alguma experiência? Deixe o seu comentário abaixo!

Comentários